segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Alheio




À saudade que
me traz você
em meus sonhos
que faz da falta
de você em mim
um conto
ou uma versão
do poema
da paixão de ontem
vivida hoje em mim
(enquanto fecho os olhos)




7 comentários:

  1. ...sendo assim
    já não careço da realidade
    quero viver no mundo dos sonhos
    pois somente lá terei você
    em cada fechar de olhos

    ResponderExcluir
  2. Sonhar é a maneira mais bonita de trazer o passado à tona. Acho que essa beleza toda vem da impossibilidade de ter um sonho (no sentido literal da palavra) compartilhado. É uma realidade paralela que se torna possível só pra quem sonha. Egoisticamente belo. :]

    ResponderExcluir
  3. Saudade, O sentimento mais urgente que existe. Descontrolada, não tem como segurar. Ela vem, simplesmente chega e fica. Se tentamos expulsa-la durante o dia, vem dormir conosco durante a noite. Passea entre consciente e incosciente como se fosse dona de nós. Gostei muito...

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  4. Poema apaixonado!
    Essa versão de você é a mesma do orkut?

    ResponderExcluir
  5. Falta de um, em outro.
    Não apenas fisicamente falando.
    Saudade, andei falando dela, e sentindo-a, esses dias.
    Saudades, sentimento, por vezes, bom demais.
    abraço!
    =]

    ResponderExcluir
  6. É... a saudade é mesmo um sentimento curioso.

    Por vezes, bom.
    Por vezes, dos piores... quando chega a bater angústia.

    No entanto, ainda saudade. =)
    E sempre nos remeterá a bons/ótimos momentos.

    Dei uma olhada em algumas postagens daqui...
    seus versos, por vezes, cadências.

    Abraço e gostei do teu blog.
    Estou a seguir. ;*

    ResponderExcluir
  7. Sabe que gosto de saudade...seu blog tem sabor de desprendimento misturado com dilemas existenciais,estranho entrosamento..e sua foto alguém suave.., abraço.

    ResponderExcluir

Rupturas no silêncio...