quinta-feira, 12 de março de 2009



Você como uma canção em tom maior

Em meus dias

Toque com suas cores

A sua mais bela melodia

(de si mesma e por si mesma)

Serás minha paz

Serás (por) minha vida



 

 

Meu pensamento ao seu lado

E minha boca em seus lábios

Venha e prova de si

Tocando em mim

Cada gesto, palavra, som, sim

 



És verso de minha estrofe

Sou acorde de tua harmonia

És ritmo para meus passos

És o destino de meus dias

 



Ousa e vai além

Prova de mim

Que se reconhece em ti

Deixa teus pedaços

Se prenderem  em nossos laços

Deixa teu corpo ser

Abrigo pros meus lábios

 



Mata essa saudade

Mas não me mate de saudades

Deixa acontecer

          Nos deixa sermos 

                      um só segundo

é suficiente para a eternidade





2 comentários:

  1. Palavras aveludadas, sentimentos que colorem a (minha) vida...

    ResponderExcluir

Rupturas no silêncio...