sexta-feira, 15 de abril de 2011








"A saudade esconde um desejo suicida"









6 comentários:

  1. O monocromatismo do seu blog é daqueles que é bom de se acostumar. =) Adorei seu comentário lá no meu! Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Aliás, sempre leio suas palavras aqui, nunca deixei de acompanhar. Todo final de semana eu paro pra ler os blogs que gosto. Gosto muito do teu jeito de refletir.

    ResponderExcluir
  3. A saudade esconde coisas demais...

    E eu não tinha pensado na questão da superação dos limites ao pensar na academia. Acho que acabei deixando muita coisa de fora, acabei fazendo o texto um pouco afobado para acabar talvez. Quem sabe por conta da relutência em escrever sobre o tema e com esse mesmo medo de não conseguir escrever tão bem sobre ele, mas tentei...
    Abraço!
    =]

    ResponderExcluir
  4. Uuu.. quer morrer..
    Uuu.. quer morrer..

    Não vejo a hora dessa saudade passar dessa pruma melhor!

    ;D

    ResponderExcluir
  5. Kkk adorei seu comentário sobre o FOOLcault.

    Quantos às lendas que você ouviu, acho que não funcionariam comigo. Rs

    Na minha época, as reuniões de condomínio eram pra brincar de 7 pecados e no seu condomínio discutem sobre Foucault? Que galera mais ousada, adoraria conhecê-los.

    Beijão

    ResponderExcluir

Rupturas no silêncio...